O Modelo Minnesota nasceu nos Estados Unidos há cerca de 50 anos no Estado do Minnesota, tendo-se vindo a implantar em inúmeros países com enorme sucesso.

Devido às altas taxas de recuperação que consegue atingir, pode mesmo ser considerado dos Modelos mais eficazes no tratamento da DEPENDÊNCIA QUIMICA. Baseia-se na filosofia dos 12 Passos dos ALCOÓLICOS/NARCÓTICOS ANÓNIMOS. Consiste num modelo psicoterapêutico de origem humanista cujo objectivo é a abstinência total do consumo de substâncias psicoactivas, capazes de provocar oscilações artificiais do estado humor/comportamento do indivíduo.Pretende-se com este modelo ensinar o dependente e a sua família a modificar as suas atitudes e comportamentos através de um método de trabalho que assenta nos princípios dos grupos de auto-ajuda, grupos de sentimentos, terapia racional-emotiva, psicologia transaccional, palestras, filmes didácticos e terapias individuais. Através destas técnicas o indivíduo adquire uma consciência, até então inexistente, das implicações da sua doença, e consequentemente uma maior responsabilização pela sua recuperação.Através da partilha aprende com outros com os outros elementos do grupo a identificar e a lidar de forma construtiva com os seus sentimentos e emoções e não de forma destrutiva como fazia no tempo do consumo de substâncias psicoactivas. Este modelo abrange também o tratamento dos DISTÚRBIOS DO COMPORTAMENTO ALIMENTAR (OBESIDADE, ANOREXIA E BULIMIA), assim como o JOGO, visto toda e qualquer dependência física ou não, ser antes de tudo um DISTÚRBIO DO COMPORTAMENTO/EMOCIONAL.